Deus é Fiel

"Façamos da oração ensinada por Jesus,
não somente a do Pai nosso,
mas também a do Pão nosso,
a fim de que todos nossos
semelhantes possam ser
saciados".

Verdades e Lições na Ressurreiçõ de Lázaro

Leitura Bíblica: João 11. 1-45

Nessa oportunidade quero destacar algumas verdades cristãs dentro dessa história relatada por João, o discípulo amado!

1) Toda a história ocorre dentro de um contexto familiar – isso demonstra o interesse de Jesus pelas famílias;
2) Deus permitiu a morte entrar naquela casa, com o propósito de se manifestar através dela (4) – Deus tem o controle de todas as situações e em tudo há um propósito;
3) Mesmo com a aparente indiferença de Jesus ao problema daquela família a Bíblia demonstra o verdadeiro amor de Jesus por ela (5,6) - a aparente ausência de Jesus não significa a ausência do Seu amor;
4) Muitos visitaram Marta e Maria a fim de consolá-las (19) – uma família estruturada sempre terá bons e verdadeiros amigos;
5) Através daquela experiência vivida por aquela família muitos creram em Jesus (45) – uma família dentro da vontade de Deus sempre cumprirá o propósito de Deus para ela.
Com essas verdades citadas acima, algumas verdades adicionais ficam evidentes nessa história bíblica, vejamos algumas outras verdades dentro desse relato bíblico.
É importante iniciarmos essa parte destacando o cenário de tristeza e impossibilidades que residia dentro daquela casa, com isso surge as expectativas dessas pessoas levando em consideração o estado de morte de Lázaro e o poder de Jesus que por sua vez era muito amigo daquela família.
Partindo do princípio de que sou humano posso imaginar quais foram as expectativas de Marta e Maria quando pensavam em seu leal amigo, Jesus. Algumas dessas possíveis expectativas:
- quando Jesus receber a notícia ele imediatamente vai nos atender e nos visitar para curá-lo de sua enfermidade;
- quando souber da morte de Lázaro ele vai nos atender de imediato;
- quando Jesus entrar em Betânia ele vai correr no túmulo e ressuscitá-lo.
Essas por certo foram as expectativas daquelas mulheres, tendo em vista a necessidade das mesmas. No entanto, nada disso aconteceu, pois quando Jesus soube da doença e da morte de Lázaro, ele ainda permaneceu na mesma posição de cumprir sua missão e quando entrou em Betânia surpreendeu mais ainda, quero destacar sobre esse ponto, que acho maravilhoso!
Ao entrar em Betânia, quatro dias depois de Lázaro ter sido sepultado, Jesus ao contrário do que muitos esperavam ou fariam em Seu lugar, Ele expressa algo maravilhoso tanto em palavras quanto em atitudes, pois está claro que antes de ressuscitar o morto Ele quer ver Marta e Maria.
Por que antes de ressuscitar a Lázaro, Jesus desejou ver Marta e Maria?
1) Antes de ressuscitar quem morreu, Jesus se interessa em tratar de quem está vivo, para evitar que morra também;
2) antes de mostrar poder, Ele manifesta amor;
3) Marta e Maria eram mais importantes que o milagre que esperavam;
4) antes de fazer algo por elas, Jesus fez algo nelas;
5) Jesus demonstrou interesse pela individualidade de cada uma delas, pois sentiu falta de Maria e mandou chamá-la;
6) Por que Marta? Jesus usou exatamente essa mulher para chamar sua irmã Maria, para deixar claro duas coisas: Ele tem poder de mudar pessoas e concede novas oportunidades a quem desejar. Pois Marta é aquela que havia tentado tirar Maria sua irmã dos pés do Mestre, mas teve um encontro com Ele e em resultado a isso houve uma transformação radical em sua vida;
7) Embora Marta e Maria fossem irmãs, elas eram dotadas de personalidades distintas. Marta era mais racional (falou com Jesus no campo da teologia), Maria por sua vez era mais sentimental (chorou quando viu Jesus), e com isso fica claro que o Senhor trata com as pessoas da forma que elas são individualmente, pois com Marta Ele falou de teologia e com Maria Ele chorou;
8) Embora fossem diferentes Marta e Maria aprenderam a valorizar a mesma coisas, pois quando ambas encontraram o Mestre e tempo diferente, elas disseram a mesma frase: “... se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”. Isso demonstra que as duas aprenderam a valorizar a presença de Jesus.
9) Quando Jesus foi realizar o milagre, Ele solicitou a presença de Marta e Maria, deixando-nos uma lição de que é Ele quem faz o milagre, mas sempre na presença e através de seus servos.
Creia meu irmão(a) que um milagre pode ocorrer em sua vida agora, no entanto cumpra a vontade do Senhor Jesus em todos os sentidos, pois fazendo assim, por certo você viverá a plenitude daquilo que Ele preparou para sua vida e de sua família!!! (João 2.5; Romanos 12.2)

Elias R. Torralbo

0 comentários:

Postar um comentário